Os gambás (Didelphis marsupialis) são animais silvestres, mamíferos, com dieta onívora (consomem qualquer tipo de alimento) e tem um importante papel ecológico, como por exemplo, dispersão de sementes e controle da população de outros animais: insetos, escorpiões, cobras, carrapatos.
A reprodução desses animais ocorre entre a primavera e o verão, podendo destacar os meses de outubro, novembro e dezembro, com maiores índices. A presença de gambás vem sendo cada vez mais recorrente no município, entre os meses de setembro e novembro já foram resgatados 9 desses animais.
Não são considerados animais perigosos, porém, quando se sentem ameaçados podem rosnar, emitir um odor ou usar a técnica de tanatose (se fingir de morto). Animais silvestres são protegidos por lei e qualquer pessoa que infrinja a legislação pode ser responsabilizada.
Caso encontre um gambá ferido ou que precise ser resgatado, entre em contato com a Secretaria Municipal de Sustentabilidade e Ambiente pelo telefone (24) 3353-2918, ramal 1027, entre às 08:00 e 17:00, e Guarda Municipal e Ambiental pelo número (24) 99856-9129. Os animais resgatados são devolvidos ao seu habitat natural ou encaminhados para o Zoológico de Volta Redonda ou Centros de Triagem de Animais Silvestres do IBAMA.
Como evitar presença de gambás:
– Vedar aberturas de forros e telhados
– Eliminar possíveis esconderijos no quintal
– Manter o lixo sempre bem acondicionados.
– Evitar deixar sobras de ração dos animais domésticos expostas durante o dia, e principalmente, à noite, pois além de atrair gambás podem atrair outros animais transmissores de doenças e peçonhentos.
Comentários do Facebook

Comments are closed.