O município de Quatis foi uma das cidades afetadas pela forte chuva que ocorreu na região sul fluminense na tarde da última quinta-feira, dia 6 de janeiro. De acordo com a Defesa Civil, o município registrou 78,2 milímetros (máximo/12h) de chuva. Na manhã de hoje (7) a equipe da Prefeitura Municipal de Quatis realizou uma limpeza e retirada de entulho em alguns bairros da cidade que sofreram alagamentos. O prefeito municipal, Aluísio d’Elias, ao lado do vice-prefeito e secretário municipal de Assistência Social, Paulo Vitor da Silva (Vitinho), acompanharam todo o processo e ouviram relatos de moradores, com o intuito de oferecer suporte e realizar planejamentos de reparo de bueiros e manilhas nos pontos prejudicados. 

 

“Nossas equipes estão trabalhando para amenizar os estragos e também minimizar os riscos futuros. Estamos trabalhando para diminuir os impactos causados pelas chuvas de verão” – afirma o prefeito municipal, Aluísio d’Elias. 

 

O secretário municipal de Infraestrutura, Israel Cunha, a secretária municipal de Sustentabilidade e Ambiente, Caroline Teixeira Lopes, e o secretário municipal de Governo, Lucas Silva, também acompanharam a fiscalização e o trabalho realizado pela equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura para reparar os danos causados pela chuva. O vereador André Jabuti também compareceu ao local acompanhando todo o processo.  

 

A Secretaria Municipal de Ordem Urbana afirmou que o Ribeirão dos Quatis transbordou por um curto espaço de tempo na Rua Faustino Pinheiro, no Centro, próximo a Biquinha, e algumas ruas foram alagadas. Os locais mais afetados e que ocasionou a entrada de água na residência de moradores, foram os bairros Nossa Senhora do Rosário, na Rua Nadir Laranjeiras, e na Rua do Valão, que corta os bairros Santo Antônio e São Benedito. Ainda segundo a Secretaria, houve registro de casas com alagamentos no Lavapés, Santa Bárbara e, também, no Centro, mas não existem pessoas desalojadas. 

 

A Defesa Civil está trabalhando para a desobstrução de ruas e casas, bem como está avaliando algumas residências que podem ter a interdição total e parcial. Todo o trabalho está sendo realizado em conjunto com as Secretarias de Infraestrutura e Sustentabilidade e Ambiente, inclusive com limpeza de ruas. Segundo a equipe, não houve registros de anormalidade nos distritos de Ribeirão de São Joaquim e Falcão. Já a Secretaria Municipal de Assistência Social está realizando um planejamento para oferecer suporte aos moradores necessitados que porventura sejam afetados pelos alagamentos, chuvas fortes e riscos naturais.

 

Comentários do Facebook

Comments are closed.