O Grupamento Ambiental da Prefeitura Municipal de Quatis resgatou na última segunda-feira, dia 4, dois animais no município de Quatis, sendo um gavião ferido e uma maritaca que sofria pela falta de cuidados. De acordo com a Secretaria Municipal de Sustentabilidade e Ambiente (SMSA), o gavião foi resgatado depois que um proprietário de um imóvel acionou a guarda ambiental, após notar o animal com ferimentos em uma área da residência. Já a maritaca, foi resgatada pela equipe logo após a ave seguir um dos servidores da Prefeitura Municipal de Quatis até a sede, onde houve o resgate. Os dois animais foram encaminhados para um Centro de Triagem, no Zoológico de Volta Redonda, e seguem em monitoramento. 

 

“É comum se machucarem em linhas de pipa, choques em fios, cabos de energia e pancadas em vidros transparentes, dentre outras causas. Já em tempos chuvosos ou de muito vento, se encontram filhotes que caem de seus ninhos” – explica a chefe do Grupamento Ambiental de Quatis, Priscila da Rosa. 

 

ENCONTREI UM ANIMAL SILVESTRE. O QUE FAZER? 

 

Se você encontrou um animal silvestre e não sabe o que fazer. Calma! Estamos aqui para te ajudar. Aliás, é muito comum encontrarmos um animal silvestre em nosso município, devido a abrangência de territórios de mata e rural da nossa região. As primeiras questões a serem analisadas são: 

 

1- Quais as condições do animal?  Ele está ferido? 

2- Onde você o encontrou? Em casa, no meio da estrada, ou em uma zona de proteção ambiental? O que fazer neste caso? 

 

Segundo a Secretaria de Sustentabilidade e Ambiente, ao encontrar um animal silvestre ferido no município de Quatis, ligue diretamente para a equipe da secretaria ou para a Guarda Municipal Ambiental. Os telefones para contato são: SMSA, tel: (24) 3353-2918, ramal 1027; Guarda Ambiental, tel: (24) 998569129. A SMSA ainda orienta a população sobre não oferecer nenhum tipo de ajuda por conta própria ao encontrar um animal silvestre ferido, como água ou curativos, pois tal atitude pode piorar o estado de saúde do animal. Não tente prendê-lo, imobilizá-lo ou manipulá-lo sem a segurança necessária. 

 

Em casos ocorridos em zonas rurais, afaste-se e deixe que o animal volte naturalmente para o seu ambiente natural. Em locais de mata preservada, contate as autoridades responsáveis. Não é permitido colocá-lo em cativeiro, visto que a apropriação ilegal de animais silvestres sem o devido resgistro é crime previsto em lei, podendo gerar multa e reclusão. 

Comentários do Facebook

Comments are closed.