Ritmos Quatis: projeto de dança conta com 300 alunos

Em
reunião realizada esta semana, no Centro Administrativo do
Município, com alunos e professores do projeto de dança
Ritmos
Quatis
o
prefeito Bruno de Souza (PMDB) reafirmou o apoio da prefeitura para
esta iniciativa de inclusão social, que atualmente atende mais de
300 crianças e adolescentes. O encontro contou também com as
presenças do vice-prefeito Ralfen do Carmo Teixeira (PSC) e do
vereador Fernando Maninho (PTdoB). Na foto, alunos do projeto
realizam uma apresentação neste mês, na Praça Teixeira Brandão.

O
número de alunos atendidos pela iniciativa aumentou em cinco vezes
durante a primeira gestão de Bruno à frente da administração
municipal (2013-2016), uma vez que, no começo do primeiro mandato, o
projeto atendia 50 crianças e adolescentes. Segundo ele, “a
prefeitura jamais poderia deixar de estimular a continuidade e o
fortalecimento do
Ritmos
Quatis

diante do grande alcance social da iniciativa para a revelação de
novos talentos e a formação cidadã dos alunos atendidos”.


O projeto
Ritmos
Quatis

é um dos sinais concretos do trabalho realizado pela prefeitura com
o objetivo de oferecer alternativas de inclusão social aos segmentos
da infância, adolescência e juventude do nosso Município.
Concordamos com o entendimento segundo o qual a construção de um
amanhã melhor para os nossos jovens passa diretamente por ações
sociais também relacionadas à área da cultura – destacou Bruno,
frisando ainda que “o projeto ajuda a elevar o nome da cidade na
região sul fluminense e até em outras regiões do estado do Rio de
Janeiro”.

Os
ensaios das turmas de alunos do
Ritmos
Quatis

acontecem de segunda a sexta-feira, de 7h30m às 17 horas, no Núcleo
Cultural de Quatis, que se localiza na doutor Jorge Lisboa 20, no
Centro. O tempo máximo de ensaio diário para cada turma é de uma
hora. As aulas são ministradas pelos professores Jefferson, Yuri
Willian, Thiago Salles, Mayara Farias e Laya Souza, os quais têm o
auxílio de estagiários na realização das atividades. Entre outros
ritmos que fazem parte do aprendizado dos alunos matriculados estão
jazz, dança livre e danças urbanas.

As
apresentações do projeto acontecem não apenas em Quatis, mas
também em outros municípios do sul fluminense, e até mesmo em
outras regiões do estado do Rio de Janeiro. Nos anos de 2015 e 2016,
por exemplo, os alunos de Quatis participaram do Festival
Internacional de Dança de Cabo Frio, evento que reúne grupos de
várias regiões do Brasil e até mesmo do exterior.

O
Ritmos Quatis já se apresentou também em festivais de dança
realizados em Volta Redonda, Itatiaia e Porto Real. Ao longo dos
últimos quatro anos, o projeto têm realizado espetáculos anuais no
teatro monumental da AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras), em
Resende.

O
vice-prefeito Ralfen do Carmo Teixeira destaca a participação das
famílias no aprendizado das crianças e adolescentes matriculados.
Ele lembra que os pais participam desde a preparação das roupas
usadas pelos alunos durante os ensaios e as apresentações até a
preparação dos cenários para a realização dos espetáculos.


Com isso, o projeto Ritmos Quatis ajuda também a estreitar ainda
mais os laços de convivência entre os alunos e os seus familiares.
Trata-se, portanto, de uma iniciativa que proporciona inúmeros
benefícios sociais aos moradores do nosso Município – concluiu o
vice-prefeito.

Comentários do Facebook

Leave A Comment

escort mersin konya bayan escort malatya bayan escort mersin bayan escort Skip to content