Prefeitura de Quatis inicia vacinação contra febre amarela

          Coordenada
pela Secretaria Municipal de Saúde, começou nesta segunda-feira, dia 13 de
fevereiro, a vacinação contra a febre amarela em Quatis. Essa nova campanha de
imunização se destina aos moradores da cidade na faixa etária de nove meses aos
60 anos. As doses serão aplicadas de segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas,
em seis unidades da rede pública. Haverá ainda unidades volantes para atender
os moradores das comunidades mais distantes.

        Em Quatis, conforme informou a
secretária de saúde do Município, Ana Lúcia Galvão, a vacinação contra a febre
amarela vai acontecer nas unidades do Programa Saúde da Família dos bairros
Mirandópolis, Jardim Polastri e Jardim Independência; na Clínica da Família,
que fica no bairro Nossa Senhora do Rosário (foto); e nas unidades médicas dos
distritos de Falcão e São Joaquim, ambos na zona rural. Também a partir desta
segunda-feira, equipes da Prefeitura de Quatis começam a percorrer as
comunidades rurais mais distantes com o objetivo de imunizar os moradores que
estejam na faixa etária indicada.

        Ainda não foi determinada uma data para
o encerramento da vacinação na cidade de Quatis. O planejamento inicial da Secretaria
Municipal de Saúde é promover a campanha de imunização até que o segmento alvo
(pessoas de nove meses a 60 anos de idade) esteja  atendido. Antes de Quatis ser incluído no
circuito de bloqueio, a prefeitura vinha vacinando apenas as pessoas que viajavam
para as cidades de Minas Gerais, e as doses eram aplicadas apenas na
policlínica, unidade da Secretaria Municipal de Saúde onde se localiza o Centro
de Imunização do Município.

        De acordo com a Secretaria estadual de
Saúde, a vacinação contra a febre amarela é contraindica nas seguintes
situações: gestantes; mulheres que estejam amamentando; pessoas com alergia a
qualquer componente da vacina, alergia a ovos e derivados; pacientes com doença
febril aguda; doenças que causam alterações no sistema de defesa (nascidas com
a pessoa ou adquiridos); pacientes que estejam se submetendo a terapias
imunossupressoras (como quimioterapia e doses elevadas de corticosteroides);
com lúpus eritematoso sistêmico; transplantados com medula óssea; históricos de
doenças do timo e portadores do vírus HIV.

        Já as crianças menores de dois anos
ainda não imunizadas contra a febre amarela não devem receber essa vacina ao
mesmo tempo das vacinas tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e tetra
viral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela). Os médicos recomendam um
intervalo de 30 dias entre a aplicação da vacina da febre amarela e as outras
duas vacinas (tríplice viral e tetra viral).

        Os sintomas principais de febre amarela,
segundo ainda a Secretaria estadual de Saúde, são os seguintes: febre alta,
calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por três
dias. Em casos mais graves, podem ser considerados indicativos da doença o olho
e a pele amarelados; insuficiência hepática e renal; manifestações hemorrágicas
e cansaço intenso.

         

Comentários do Facebook

Leave A Comment

mersin escort akdeniz escort altinkum escort kizkalesi escort mezitli escort pozcu escort silifke escort susanoglu escort universiteli escort mersin rus escort mersin sinirsiz escort mersin ucuz escort escort mersin konya bayan escort malatya bayan escort mersin bayan escort Skip to content