Novas placas destacam informações sobre personalidades que denominam ruas de Quatis

Desde o mês passado, as
pessoas que percorrem as ruas, avenidas e praças da área central de Quatis já
podem observar as novas placas afixadas com os nomes das vias públicas desta
região do Município. Mais do que o nome, as placas apresentam um resumo com
breves informações a respeito da personalidade que denomina cada via pública
relacionada no projeto “Ruas que foram gente”.

Este
projeto é resultado de um trabalho de mãos dadas realizado pelo CULTHUPPAQ
(Conselho Municipal de Cultura, Turismo e de Preservação do Patrimônio
Histórico e Ambiental de Quatis), segmento autor da iniciativa, com a
prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, e as famílias das personalidades
que denominam as ruas. As famílias estão custeando a produção das placas, o que
significa que o projeto vem sendo realizado sem nenhum custo para a
administração municipal.

O
projeto “Ruas que foram gente” surgiu a partir de uma visita da atual
presidente do CULTUPPHAQ, professora Helena Teixeira Leite, ao município de
Niterói, onde ela nasceu. Lá, Helena observou placas identificando as ruas e
destacando no mesmo espaço um resumo informando sobre quem foi a pessoa que dá
nome ao logradouro. A professora, que já naquela época presidia o CULTUPPHAQ,
trouxe a proposta para Quatis. A proposta foi aprovada por este conselho em
setembro de 2007 e inserida no Plano Municipal de Cultura cinco anos depois.
Agora, durante o segundo mandato do prefeito Bruno de Souza (MDB), o projeto
começou a sair do papel e a se transformar em realidade.


A administração do prefeito Bruno de Souza entendeu a importância desta
iniciativa para a preservação da história e da cultura do nosso Município. A
realização do projeto “Ruas que foram gente” está possibilitando também aos
moradores de Quatis conhecerem um pouco da vida das pessoas que denominam cada
rua, avenida e praça, inicialmente, do Centro, mas posteriormente vamos
estender a iniciativa para outros bairros – declarou a secretária municipal de
Cultura e Turismo, Rosina Porto.

Na
primeira fase do projeto foram produzidas 20 placas para ruas do Centro
Histórico, região do Município que receberá em breve outras 24, cuja produção e
afixação estão previstas na segunda etapa da iniciativa. Após a conclusão do
trabalho nas vias públicas do Centro, o projeto será estendido provavelmente
aos bairros Bondarowsky e Mirandópolis. Famílias de personalidades que
denominam as vias públicas destas duas comunidades já procuraram o CULTUPPHAQ e
a prefeitura visando manifestar o interesse de participarem desta iniciativa.

Entre
os logradouros públicos já relacionados para a primeira fase da instalação das
novas placas no Centro Histórico de Quatis, estão as ruas coronel José Leite, coronel
Alfredo Dias de Oliveira, coronel João Tibúrcio, Dona Cirene, Delfim Fróes,
Faustino Pinheiro, Jaime Caetano de Oliveira, José Ferreira de Carvalho, major
José Izidro, José Souto, prefeito Oscar Teixeira de Mendonça, professor Pessoa
de Barros, Sebastião Martins Gonçalves e Humberto de Oliveira, além da Praça
Getúlio Vargas (a praça da igreja matriz) e a Avenida Nossa Senhora do Rosário.
Devido à extensão maior, algumas ruas estão recebendo mais de uma placa. São os
casos das ruas coronel José Leite e Faustino Pinheiro, que receberam,
respectivamente, três e duas placas.

 

 

Comentários do Facebook

Leave A Comment

çekmeköy escort kartal escort escort mersin escort mersin grup porno alman porno brazzers sex hikayeleri altyazılı porno escort kuşadası escort denizli escort bodrum
Skip to content