Verbas da prefeitura repassadas ao Hospital São Lucas se aproximam de R$ 4 milhões em um ano

De agosto do ano passado a agosto deste ano, o volume  de recursos da Prefeitura de Quatis transferidos para o Hospital São Lucas (foto) totalizou R$ 3.936.466,08. A informação consta de um levantamento divulgado na manhã desta segunda-feira, dia 04, pelo prefeito Bruno de Souza (MDB). Instituição filantrópica, o hospital é a unidade responsável pelo atendimento de emergência em Quatis, mediante um convênio com a prefeitura, via Secretaria Municipal de Saúde.

Incluindo as transferências feitas pelo Governo Federal no mesmo período, e através do Governo do Estado do Rio de Janeiro, entre janeiro e agosto de 2019, a instituição hospitalar já recebeu R$ 5.706.493,12 de recursos financeiros repassados pelas três esferas da administração pública (União, governo estadual e prefeitura).

O levantamento mostra, portanto, que quase 70 por cento do valor total de recursos destinados para garantir o atendimento médico prestado pelo hospital, a partir de agosto de 2018, vieram de verbas da própria prefeitura. Além disso, o valor repassado em verbas municipais (R$ 3.936.466,08) corresponde a mais de 30 por cento do orçamento geral da saúde para o exercício financeiro de 2019 (R$ 13.266.223,98).

O mesmo relatório destaca que, os valores transferidos ao São Lucas, de agosto do exercício de 2018 a agosto do exercício de 2019, provenientes das transferências via Ministério da Saúde, totalizaram R$ 145.862,00. Esses recursos correspondem ao dinheiro aplicado no atendimento prestado pelo hospital, na área da saúde mental. Já o montante repassado por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), de agosto de 2018 a agosto de 2019, somou R$ 1.104.165,04.

Com relação aos montantes transferidos através do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio do PAHI (Programa de Apoio aos Hospitais do Interior), que foram retomados em janeiro deste ano, os valores chegavam até dois meses atrás a cerca de R$ 520 mil. As transferências decorrentes do PAHI ficaram interrompidas nos anos de 2015 e 2016 devido à crise financeira de administração estadual, sendo que a retomada destas transferências foi informada pessoalmente pelo governador Wilson Witzel (PSC) ao prefeito Bruno de Souza (MDB), numa reunião ocorrida no Palácio Guanabara, em julho deste ano.

Dados apresentados pela própria Secretaria Municipal de Saúde, em audiências públicas promovidas a cada quadrimestre, no plenário da Câmara Municipal, sob a coordenação da CGM (Controladoria Geral do Município) e do Fundo de Saúde do Município, apontam que o Hospital São Lucas realiza uma média de dez mil procedimentos mensais. Essa soma é resultado dos atendimentos em todos os serviços disponibilizados pela unidade, como, por exemplo,  consultas médicas, cirurgias, pequenas cirurgias, tratamento clínico e internações, entre outros.

No ano passado, a Prefeitura de Quatis alugou ainda uma ambulância zero quilômetro para o hospital, equipada com aparelhos voltados à prestação dos primeiros socorros. Essa ambulância fica de prontidão 24 horas por dia, assim como a nova ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que foi obtida pelo Município, graças a gestões realizadas, em Brasília, pelo deputado federal Alexandre Serfiotis (PSD).

– Grande parte das receitas do Hospital São Lucas tem origem nos repasses da prefeitura. Com isso, a administração municipal garante também o atendimento médico de pronto socorro para a população do nosso Município. A prioridade na transferência de recursos próprios em favor desta unidade hospitalar é uma demonstração incontestável do compromisso da nossa administração com a área da saúde pública – declarou o prefeito Bruno de Souza.

                       

Comments are closed.

Skip to content