Vacinação contra gripe ainda não atingiu meta em Quatis, e prazo é prorrogado

A meta do Ministério da
Saúde para cada município brasileiro é imunizar 90 por cento do público-alvo da
campanha de vacinação contra a gripe. Em Quatis, esse percentual ainda não foi
alcançado, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Até a manhã desta
quarta-feira, dia 29 de maio, um total de 2.338 das 3.492 pessoas que formam os
segmentos prioritários na cidade tinha recebido a dose do medicamente. Esse
número corresponde a 66,95 por cento de pessoas vacinadas no município. Por esse
motivo, a prefeitura está reforçando o chamado à população para que compareça
às unidades de saúde. Na foto, a Casa da Criança, uma das unidades de vacinação
em Quatis.

        O prazo da campanha de vacinação, que terminaria nesta
sexta-feira, 31, foi prorrogado até o próximo dia 15 de junho nos municípios do
estado do Rio de Janeiro. No Município de Quatis, as doses são aplicadas de
segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas, nas unidades médicas dos bairros Nossa
Senhora do Rosário, Mirandópolis, Jardim Independência, Jardim Pollastri e na
Casa da Criança. Devem ser imunizados os seguintes segmentos da população:
crianças com até cinco anos de idade, profissionais da área de saúde,
gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos ao longo dos 45 dias
anteriores ao recebimento da vacina), idosos e professores.

        – A vacina existe em quantidade suficiente nos postos de
saúde da nossa cidade. É necessário que quem ainda não foi imunizado procure
imediatamente a unidade médica mais próxima para receber a dose. Embora o
índice alcançado até agora em Quatis seja superior a média registrado em todo o
estado do Rio de Janeiro, ainda faltam mais de 20 por cento do público alvo em
nossa cidade para serem imunizados – disse a secretária municipal de Saúde, Ana
Lúcia Galvão, acrescentando que o percentual de pessoas vacinadas em todo o
território fluminense até o começo desta semana era de 54,5 por cento.

        Os registros da Secretaria Municipal de Saúde mostram que, na
cidade de Quatis, o segmento das mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias
foi o que registrou o maior percentual de comparecimento aos postos: 117,8 por
cento. Em seguida, vieram os seguintes segmentos: gestantes (82,69 por cento);
idosos (73,8 por cento); professores (63,71 por cento); e profissionais da
saúde (63,51 por cento).

A
Secretaria de Saúde reafirma que, com relação aos professores, estão sendo
imunizados os profissionais em sala de aula. Neste caso, as doses da vacina
para os professores são aplicadas na Casa da Criança, cujo endereço é Praça
Getúlio Vargas 7 – Centro, próximo à Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário.

A
vacina é o meio mais eficaz de prevenção contra a gripe, cuja consequência mais
grave pode ser o óbito, se a pessoa não procurar o posto de saúde em busca de
ser imunizada. Só nos primeiros meses deste ano, o estado do Rio de Janeiro
teve 77 casos da doença, dos quais 18 dos pacientes morreram. Já no decorrer do
ano passado inteiro, 233 pessoas contraíram gripe em todo o território
fluminense e 30 delas chegaram ao óbito.

Leave A Comment

Skip to content