Saúde Mental: atividades ao ar livre marcam o Dia de Luta Antimanicomial em Quatis

Através
do Departamento de Saúde Mental do Município, a Secretaria Municipal de Saúde
divulgou hoje a programação de atividades relacionadas ao Dia Nacional de Luta Antimanicomial (18 de maio), cuja abertura
acontece nesta sexta-feira, 05. A programação prevê ações culturais e
recreativas até o próximo dia 26.     O Dia Nacional de Luta Antimanicomial foi
instituído a partir do II Congresso Nacional de Trabalhadores de Saúde Mental,
realizado no dia 18 de maio de 1987.

Durante
este encontro, ocorrido no Município paulista de Bauru, os cerca de 350
profissionais presentes defenderam a mudança do conceito de tratamento médico
dispensado às pessoas com transtornos mentais, por meio da implantação do
modelo psicossocial nas instituições públicas de saúde, e o fechamento gradativo
das unidades hospitalares destinadas a este segmento da população (até então
chamadas de hospícios ou manicômios). Um levantamento da própria secretaria
mostra que mensalmente pelo menos 500 atendimentos são realizados pela
Prefeitura de Quatis na área da saúde mental.

A
coordenadora do Departamento de Saúde Mental da Prefeitura de Quatis, Érica
Rabelo de Almeida, informa que a programação pelo Dia de Luta Antimanicomial prevê para esta sexta-feira, 05, no
plenário da Câmara Municipal, a exibição de um filme com temas relacionados à
data. Três atividades da programação estão previstas para a Praça Getúlio
Vargas (foto). São elas: recreação (dia 09 de maio), jogos de badminton (dia
11) e show musical com a dupla Maycon e Luiam. 

No
dia 18, acontece apresentação de dança e exposição de trabalhos, na Praça
Teixeira Brandão. A programação prossegue no dia 19 de maio, com um passeio ao
horto florestal de Porto Real. O encerramento das atividades acontece no dia
26, quando serão prestados serviços de beleza e massagem aos pacientes, na sede
do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), que funciona na Praça Getúlio Vargas
6 (praça da igreja matriz). Com exceção do show musical do dia 15 de maio,
todas as outras atividades vão se iniciar às 9 horas.

O
atendimento médico na área da saúde mental em Quatis teve um avanço importante
na primeira gestão do prefeito Bruno de Souza – PMDB (2013-2016) com a
implantação do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) na estrutura da Secretaria
Municipal de Saúde. Antes, os pacientes do Município eram assistidos na unidade
de Porto Real, através de um consórcio entre as prefeituras das duas cidades.

Érica
Rabelo de Almeida, coordenadora do Departamento de Saúde Mental da Prefeitura
de Quatis, informa que o atendimento é realizado pelo CAPS (pacientes com mais
de 15 anos) e no ambulatório de saúde mental, que funciona na policlínica. Nos
dois casos, a prefeitura oferece atendimento prestado por psicólogo,
psiquiatra, enfermeira e assistente social, além de desenvolver oficinas entre
os pacientes.


Os pacientes chegam ao programa de saúde mental por meio de encaminhamentos
feitos pela rede pública do Município, ou de forma espontânea. Todas as
atividades para lembrar em Quatis o Dia
Nacional de Luta Antimanicomial
se destinam principalmente aos pacientes
assistidos nos projetos, mas os eventos previstos para as praças Teixeira
Brandão e Getúlio Vargas poderão contar com a presença de todo e qualquer
cidadão – disse a coordenadora do Departamento Municipal de Saúde Mental.

 

 

 

Leave A Comment

Skip to content