Representantes de Quatis participam da posse do novo presidente do Conselho Regional de Turismo

A secretária de Cultura e Turismo, Rosina Porto, e a diretora de Turismo, Ana Maria Campos, ambas da Prefeitura de Quatis, participaram nesta terça-feira, dia 05, da cerimônia de posse (foto) do novo presidente do Conselho Regional de Turismo da Região das Agulhas Negras, cuja realização ocorreu na CDL de Resende (Câmara dos Dirigentes Lojistas). O presidente empossado foi Marcelo Carrasco Jimenez. A solenidade marcou também a posse do novo vice-presidente do conselho, Eduardo Lemos. O presidente e o vice-presidente empossados vão cumprir um mandato de dois anos.

Formado pelas cidades de Resende, Quatis, Porto Real e Itatiaia, o Conselho de Turismo da Região das Agulhas Negras tem como finalidade essencial debater propostas e coordenar ações voltadas ao desenvolvimento integrado do setor entre os quatro municípios.

Além de Rosina e Ana Campos, que representou o CULTUPPHAQ (Conselho Municipal de Cultura, Turismo e Preservação do Patrimônio Histórico e Ambiental de Quatis), a cerimônia desta semana teve ainda a participação do presidente da TurisRio (Empresa de Turismo do Estado do Rio de Janeiro), Thomaz Verber; do presidente do Conselho Regional de Turismo da Costa Verde, Marco Navega; e das diretoras Juliana Fagundes e Luciana Xavier, ambas da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Quatis.

Lembrando que Quatis foi um dos municípios inseridos no Mapa do Turismo 2019, cuja divulgação das cidades brasileiras relacionadas ocorreu em agosto, através do Ministério do Turismo, a secretária de Cultura e Turismo do Município, Rosina Porto, reafirmou a importância do “trabalho de mãos dadas entre as quatro cidades da Região das Agulhas Negras pelo incremento do turismo local”. Rosina frisou ainda o papel estratégico deste segmento no desenvolvimento da economia e na geração de empregos.

– Cada uma das quatro cidades da Região das Agulhas Negras tem potencialidades diferentes e muito importantes na área do turismo, motivo pelo qual existe um patrimônio natural, ambiental e histórico nestes municípios que pode ser perfeitamente explorado sob o ponto de vista de atrair visitantes de outras cidades e outros estados, tornando ainda mais conhecidas essas cidades no cenário nacional e ajudando no incremento da economia. É fundamental lembrar que o turismo, de acordo com instituições do próprio Governo Federal, é um dos setores que gera um número significativo de empregos no país – disse Rosina.

 

 

Comments are closed.

Skip to content