Prefeitura receberá recursos federais para programa de saúde mental

Unidade
da Secretaria Municipal de Saúde encarregada do atendimento na área da saúde
mental, o CAPS – foto (Centro de Atenção Psicossocial) passará a receber
recursos federais para manter a assistência aos cerca de 200 pacientes
cadastrados. Isso porque o pedido de credenciamento da unidade feito pela
prefeitura junto ao Governo Federal acaba de ser aprovado pelo Ministério da
Saúde. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira, 31, pelo prefeito
Bruno de Souza (MDB).

Bruno
destacou a medida como “mais um resultado positivo das ações realizadas pela
administração municipal visando aprimorar o atendimento disponibilizado aos
moradores de Quatis através da rede pública de saúde”. Com o credenciamento do
CAPS, cuja unidade funciona no bairro Jardim Pollastri, nas antigas instalações
da policlínica municipal, “o Município passará a receber mensalmente uma verba
mensal de R$ 28.305,00 para auxiliar a prefeitura no custeio do atendimento aos
pacientes com problemas emocionais e mentais”.

Até
a aprovação do credenciamento da prefeitura, todos os gastos aplicados no
funcionamento do CAPS eram pagos pela Prefeitura de Quatis, através da
Secretaria Municipal de Saúde. Na opinião ainda do prefeito Bruno de Souza, “o
atendimento na rede municipal de saúde prestado pela prefeitura aos moradores
do Município teve influência primordial na aprovação da proposta de
credenciamento encaminhada pela Secretaria de Saúde do Município”.


A aprovação de verbas do Ministério da Saúde a favor do CAPS vai continuar
garantindo a eficiência dos serviços oferecidos pela unidade e ao mesmo tempo
permitirá ao nosso governo uma maior disponibilidade de recursos próprios para
investimentos em outros setores, visto que os serviços oferecidos pela unidade
eram custeados integralmente pela prefeitura. O credenciamento do CAPS
representa também um reconhecimento das ações de saúde pública desenvolvidas
pelo nosso governo, pois um dos critérios avaliados na análise desta proposta
foram justamente os serviços prestados à população na área da saúde pública,
desde o atendimento ambulatorial até o atendimento de emergência – disse o
prefeito.

Dos
200 pacientes cadastrados atualmente pelo CAPS de Quatis, 12 são atendidos
diariamente, de segunda a sexta-feira, com café da manhã, almoço, atividades
físicas, oficinas, reuniões com as famílias e o atendimento médico e realizado
por psicólogos. Dez funcionários integram a equipe responsável pela assistência
aos pacientes. São eles: psiquiatra, psicólogo, assistente social, servente,
cozinheiro, estagiário de psicologia, estagiário de Educação Física, agente
administrativo e recepcionista (um servidor de cada um destes segmentos).

Entre
os serviços disponibilizados pela prefeitura, e que tiveram influência direta
na habilitação do CRAS pelo Ministério da Saúde, estão os módulos do Programa
Saúde da Família; a assistência de emergência e com médicos especialistas
através de um convênio da prefeitura com o Hospital São Lucas; as unidades
básicas dos distritos de Falcão e São Joaquim, ambos na zona rural; o Centro de
Fisioterapia; a Casa da Mulher; o Centro Odontológico; e a Casa da Criança.

Bruno
reafirmou também que em breve a Secretaria Municipal de Saúde vai tornar
realidade mais uma iniciativa visando aprimorar o atendimento disponibilizado pelo
Departamento de Saúde Mental do Município: a residência terapêutica destinada
aos pacientes com transtornos mentais. Um dos passos já trilhados neste sentido
foi a realização em dezembro do processo de seleção voltado à contratação de um
médico psiquiatra, um psicólogo, quatro cuidadores de pacientes e um servente.

 

  

 

Leave A Comment

Skip to content