Prefeitura de Quatis

Menu Auxiliar
Página Principal
Mapa do Site
Entre em Contato - Ouvidoria
Assessibilidade

SIGA-NOS

Twiter Facebook

Notícias

Prefeitura divulga nota de repúdio sobre afirmações falsas contra a Guarda Municipal Por em 11/08/2017

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIS

Coordenadoria de Comunicação Governamental

 

NOTA OFICIAL

       Com relação ao áudio veiculado nesta semana nas mídias sociais, em que uma voz feminina afirma que dois agentes da Guarda Municipal teriam se apropriado indevidamente de um tambor de lixo no bairro Jardim Pollastri, a Prefeitura de Quatis, após apuração dos fatos, esclarece que:

       *A afirmação é totalmente improcedente, ou seja, não corresponde à verdade dos fatos;

      

*Entre a noite  de domingo e a manhã de segunda-feira, dias 06 e 07 de agosto, os agentes realizavam o trabalho de rondas nas imediações da Escola Municipal Victória Maria Prazeres Valeriano, quando observaram o tambor de lixo jogado numa no final da Rua Acácio Aragão, no bairro Jardim Pollastri;

 

 *Seguindo um procedimento de rotina da corporação, através do qual todos os objetos encontrados abandonados em vias públicas devem ser levados ao batalhão da Guarda Municipal, os dois agentes adotaram esta medida no caso do tambor de lixo. A entrada do recipiente foi devidamente registrada no livro de ocorrências da corporação, relacionado ao plantão iniciado às 8 horas do dia 06 de agosto de 2017 e às 8 horas do dia 07 de agosto de 2017 (foto);

*Informado da localização do tambor, o dono do objeto, Rodrigo dos Santos Vieira, compareceu na segunda-feira ao batalhão da Guarda Municipal para reavê-lo, e o recipiente lhe foi entregue prontamente;

 

*Numa reunião com o secretário municipal de Ordem Urbana, Bráz Júnior, e o subprocurador do Município, Fábio Fonseca, a esposa de Rodrigo, Ângela de Bortoli, disse que, em nenhum momento, viu qualquer irregularidade ou desvio de conduta dos guardas municipais no episódio em questão. Ela também repudiou a proporção que o fato alcançou devido à veiculação do áudio já citado acima. A divulgação do áudio ocorreu sem a sua autorização;

 

*Segundo o comando da Guarda Municipal, ao longo dos últimos meses, diversos objetos foram encontrados nas ruas de Quatis. Quando isso acontece, a fim de evitar furtos na cidade, os objetos são levados para a corporação, mediante os respectivos registros de entrada, e posteriormente devolvidos aos seus proprietários, devidamente identificados. Entre estes objetos, estiveram uma bicicleta, bolsas, documentos pessoais, chaves de veículos e até um carrinho de mão;

 

*Um dos agentes citados no áudio tem 23 anos de serviços prestados ao Município, enquanto o outro está na corporação há 14 anos, sendo ambos considerados servidores eficientes, dedicados e com conduta moral exemplar, não havendo anotada sequer uma advertência em suas fichas profissionais, que possa desaboná-los quanto à idoneidade.

 

*A Prefeitura de Quatis classifica o áudio com essa falsa acusação de irresponsável, leviano e até mesmo criminoso, pois as declarações nele contidas atentam contra a honra de agentes públicos, comprometidos com o fiel cumprimento das suas atribuições profissionais, e com relevantes serviços prestados ao Município;

 

* Dentro deste entendimento, a Guarda Municipal estuda possíveis medidas judiciais para responsabilizar criminalmente a autora de tais declarações, uma vez que esta sua atitude atingiu a imagem de toda a corporação;

 

*Por fim, a Prefeitura de Quatis reconhece publicamente o bom trabalho que vem sendo realizado pela Guarda Municipal na vigilância das repartições públicas e no controle do trânsito da cidade, principalmente a partir da implantação do novo sistema viário do Município, no começo deste mês de agosto. Hoje, com certeza, a população pode testemunhar a presença cada vez mais intensiva dos agentes da corporação nas ruas, avenidas e praças de Quatis, orientando os moradores de uma maneira geral e proporcionando uma sensação de mais segurança à população do nosso Município.

 

Quatis-RJ, 11 de agosto de 2017