• Brasão Prefeitura de Quatis
  • Prefeitura
    de Quatis
Menu Principal

Notícias

Escolas e creches de Quatis debatem nova base curricular do ensino

Por em 12/03/2018

         Pelo menos 350 profissionais de ensino, entre professores e funcionários de apoio, participarão nesta terça-feira, dia 13 de março, nas escolas e creches municipais de Quatis, do estudo sobre a nova Base Nacional Comum Curricular, cujo documento final foi homologado pelo Ministério da Educação, em dezembro do ano passado. Esta base curricular unifica o conteúdo do aprendizado proporcionado aos estudantes da rede pública e da rede particular, desde o ensino infantil ao ensino médio, passando pela educação fundamental.

De acordo com a versão final da base curricular aprovada pelo Governo Federal, 60 por cento do conteúdo deverão ser os mesmos para todo o país, ficando cada região autorizada a aplicar os 40 por cento restantes segundo as particularidades de cada localidade. Proposta desde a Constituição de 1988, e reafirmada pela LDB (Lei das Diretrizes Básicas da Educação), em 1996, o documento reuniu sugestões de 116 especialistas de educação em todo o território nacional, entre acadêmicos e professores da educação básica.

Entre as medidas aprovadas pela Base Nacional Comum Curricular estão a obrigatoriedade de alfabetização plena do aluno até o segundo ano do ensino fundamental (antes, a exigência deveria ser cumprida até o terceiro ano) e a adoção da língua inglesa como disciplina obrigatória  a partir do sexto ano da educação fundamental. A LDB pregava o ensino de uma segunda língua, mas não especificava qual, o que passou a acontecer com a homologação deste documento.

        - Com a realização do estudo desta semana nas unidades de ensino da rede municipal, nosso objetivo é fazer com que os profissionais de educação da Prefeitura de Quatis alcancem um conhecimento amplo das normas estabelecidas pela Base Nacional Comum Curricular, visando aplica-las de forma integral já no próximo ano. Dessa forma, estaremos de acordo com as necessidades de uma formação integral do aluno prevista pelo Ministério da Educação, dentro de um processo de aprendizagem alinhado à realidade do século XXI – declarou a secretária de Educação do Município, professora Alessandra Almeida.

        A redação final da nova base curricular define as seguintes competências a ser desenvolvidas pelos alunos na sala de aula: entender e explicar a realidade atual através dos conhecimentos historicamente construídos; exercitar a curiosidade intelectual e buscar soluções no conhecimento, por conta própria; desenvolver o senso estético para apreciar obras de expressão artística e cultural; utilizar as linguagens verbal, científica, tecnológica e digital para se expressar e trocar informações; compreender e fazer uso crítico e produtivo das tecnologias digitais disponíveis; entender e reconhecer as suas capacidades relacionadas ao mercado de trabalho; argumentar com base em fatos concretos e confiáveis em nome da defesa do ser humano e do meio ambiente; desenvolver autoestima e aprender a cuidar de sua saúde; exercer a empatia, o diálogo e a convivência com pessoas dos mais diferentes grupos sociais, origens e orientações; agir com autonomia e responsabilidade, tomando decisões éticas e comprometidas com o bem comum.

        A rede municipal de ensino em Quatis conta com as escolas municipais Carlos Campos de Faria (Falcão), Edméa Dulce de Barros Franco (Jardim Independência), Henry Nestlé (São Benedito), Maria Helena Rafael D`Elias, Julieta Pereira Sampaio, Pessoa de Barros (as três situadas no Centro), Anésia Alves de Oliveira (São Joaquim), Victória Maria Prazeres e Valeriano (Jardim Pollastri), Benta Pereira (Joaquim Leite) e Quilombola de Santana Irmã Elizabeth Alves  - foto (comunidade quilombola de Santana), além de duas creches municipais: professora Adriana Maria de Souza Cruz (Loteamento Santa Bárbara) e professora Conceição Aparecida Vieira Pena (Jardim Pollastri).