• Brasão Prefeitura de Quatis
  • Prefeitura
    de Quatis
    Laço Rosa em conscientização ao Outubro Rosa
Menu Principal

Notícias

Chuva: Prefeitura já retirou 50 caminhões de barreiras das estradas rurais

Por em 08/03/2018

Em menos de 48 horas, entre a manhã de segunda-feira, 05 de março, e o final da tarde de quarta-feira, 07, a Prefeitura de Quatis já retirou mais de 50 caminhões de barreiras que caíram nas estradas rurais do Município.

O balanço parcial do trabalho de atendimento às situações de emergência provocadas pelas chuvas ocorridas na cidade a partir de domingo foi divulgado na manhã de hoje, quinta-feira, pela Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos. A maior parte da terra foi removida na estrada de acesso a Falcão e na parte interna do distrito (foto), que se localiza na zona rural, a 18 quilômetros do Centro de Quatis (cerca de 30 caminhões, entre barreiras e lama sobre o piso de paralelepípedos da avenida mais importante de Falcão).

        O prefeito Bruno de Souza (MDB), que esteve durante todo o dia de terça-feira e metade desta quarta-feira acompanhando pessoalmente os trabalhos de remoção de detritos no distrito de Falcão, informou que quatro caminhões, três máquinas retroescavadeiras e dez operários estão de prontidão permanente desde a semana passada com o objetivo de socorrer as comunidades rurais afetadas pelos transtornos provocados pelos temporais, principalmente no caso de deslizamentos de terra e queda de barreiras. Além de Falcão, a prefeitura fez remoção de barreiras em estradas das regiões de Santana, Joaquim Leite, São Joaquim e Bom Retiro.

        - Dependendo da situação, a equipe de operários é reforçada com trabalhadores da própria Secretaria de Obras. Nesta quarta-feira, por exemplo, os serviços de atendimento aos moradores e produtores rurais de Falcão mobilizaram 25 profissionais. Devido aos transtornos da chuva neste distrito, tivemos que deslocar três máquinas retroescavadeiras, quatro caminhões e um caminhão pipa para o distrito. O uso do caminhão pipa foi necessário no sentido de ajudar a eliminar o lamaçal que se formou nas vias principais – disse o prefeito, acrescentando que a administração municipal vem realizando ainda reparos em um bueiro da rua principal do distrito.

        Segundo Bruno de Souza, “a prioridade da prefeitura no momento é mesmo o atendimento aos casos de urgência, porque qualquer revestimento que se faça agora sobre o piso das estradas certamente estará perdido na primeira chuva forte que ocorrer após a realização do serviço”. Ele enfatizou ainda que a prefeitura vem trabalhando para garantir o escoamento da produção leiteira. Até o momento, nenhuma estrada chegou a ser interditada totalmente, mas pelo menos dois caminhões de leite ficaram atolados desde domingo, e tiveram que ser retirados com o auxílio de máquinas da Secretaria de Obras.

        ALAGAMENTOS – A chuva ocorrida na tarde desta quarta-feira causou também alagamentos na área urbana. O problema foi registrado na Avenida Euclides Guimarães Cotia, próximo ao ponto de embarque de passageiros de ônibus, e na Avenida Avelino Batista Soares, logo depois da Praça dos Expedicionários (sentido Centro – Bondarowsky), ambas no Centro da cidade. Ocorreu um alagamento também na Rua dom Agnelo Rossi, no bairro São Benedito. Em nenhum dos três casos, não houve casas ou estabelecimentos alagados.

        - Nas duas avenidas do Centro, o sistema de drenagem permitiu o escoamento total da água cerca de 15 minutos após o temporal. Já na Rua dom Agnelo Rossi, no bairro São Benedito, o alagamento foi provocado por um bueiro entupido. Na manhã de hoje (quinta-feira), as equipes da prefeitura já estavam no local fazendo a limpeza de bueiros. Infelizmente, constatamos lixo jogado dentro do bueiro, principalmente garrafas de plásticos, o que agravou ainda mais a situação, daí o pedido que fazemos novamente à população no sentido de manter os bueiros e as vias públicas limpas – disse o secretário de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos, César Salazar.