• Brasão Prefeitura de Quatis
  • Prefeitura
    de Quatis
Menu Principal

Notícias

Casa para Mulheres Vítimas da Violência terá orientador social da Prefeitura de Quatis

Por em 09/03/2018

O prefeito Bruno de Souza (MDB) informou que a Casa Abrigo de Permanência Breve, unidade regional destinada ao acolhimento temporário das mulheres vítimas da violência na região sul fluminense, terá um orientador social da Prefeitura de Quatis em seus quadro de funcionários. A cessão do servidor, lotado na Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, faz parte da adesão da cidade à implantação da Casa Abrigo, cujo projeto é da Secretaria de Direitos Humanos e Políticas Para Mulheres e Idosos do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com as prefeituras.

A adesão de Quatis ao projeto foi assinada nesta semana pelo prefeito Bruno de Souza, durante um encontro realizado, no gabinete do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos). Segundo o documento, o orientador social cedido pela Prefeitura de Quatis vai trabalhar na Casa Abrigo de Permanência Breve em escala de 12 horas por 36 horas, sendo que, no dia em que não estiver de plantão na instituição, o profissional vai continuar cumprindo sua jornada de trabalho na Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do Município.

Caberá ao Município de Quatis, através do CREAS - Centro de Referência Especializado de Assistência Social (foto), encaminhar as mulheres vítimas de violência para o abrigo. O tempo máximo de permanência na unidade, que se localizará em Volta Redonda, é de 15 dias, período após o qual as autoridades competentes decidirão em comum acordo com elas se as mesmas já podem voltar para suas residências ou se vão ser encaminhadas para outros serviços especializados. Por cada mulher abrigada na Casa de Permanência, a prefeitura de origem deverá enviar ainda uma cesta básica de alimentos e um kit de higiene pessoal.

- A Prefeitura de Quatis não poderia deixar de apoiar a implantação da Casa Abrigo de Permanência Breve, tendo em vista o trabalho realizado em nossa cidade, no âmbito da administração municipal, voltado à realização de políticas públicas a favor das mulheres residentes em nosso Município. Atualmente, o recebimento das denúncias de violência contra a mulher é feito pela equipe multidisciplinar de profissionais do CREAS, que disponibiliza ainda todo o acompanhamento psicológico, social e jurídico para as vítimas da violência – disse Bruno, salientando que, no final de fevereiro, um encontro regional ocorrido no auditório da Prefeitura de Quatis debateu a participação dos municípios do sul fluminense no projeto Casa Abrigo de Permanência Breve.