IPTU: Cota única poderá ser paga com 12 por cento de desconto

A Prefeitura de Quatis,
através da Secretaria Municipal de Finanças, está iniciando nesta semana a
distribuição dos 5.204 carnês para o pagamento do IPTU (Imposto Predial e
Territorial Urbano), cuja cota única poderá ser paga até o dia 30 de junho com
12 por cento de desconto. Dos 5.392 imóveis cadastrados pela prefeitura, a
maioria é formada por unidades construídas: 3.871 imóveis, o que corresponde a
69,72 por cento do total. Já 1.521 imóveis são de áreas não construídas (30,28
por cento).

        O prefeito Bruno de Souza (PMDB) destaca a importância do
IPTU para a arrecadação dos recursos financeiros aplicados na realização das
obras e serviços a favor da própria população. Ele frisou a necessidade do
pagamento em dia do imposto, “visto que Quatis tem uma das menores receitas
entre os municípios do estado do Rio de Janeiro e conta com os recursos
provenientes do recolhimento do IPTU no sentido de continuar tornando realidade
os investimentos necessários ao bem-estar dos moradores da cidade”.

        – É sempre importante reafirmar que o dinheiro do IPTU volta
ao cidadão em seu próprio benefício. Devemos lembrar também que a prefeitura
presta contas ao povo de Quatis sobre a aplicação do dinheiro que entra nos
cofres públicos por meio da cobrança deste imposto. Apesar da crise financeira
que afeta grande parte dos municípios brasileiros, a nossa administração vem
conseguindo garantir os serviços essenciais e ainda realizar novos
investimentos – disse Bruno.

        Entre os investimentos já realizados ou em andamento nos
primeiros quatro meses deste ano, o prefeito destacou as seguintes ações:
construção da nova escola de Santana; obra da Praça dos Direitos Humanos, que
terá quadra esportiva, academia de ginástica, pista de caminhada, mesas e
bancos; realização de melhorias na unidade do Programa Saúde da Família do
bairro Mirandópolis; recuperação, conservação e manutenção das estradas rurais;
reforma da Escola Municipal Julieta Sampaio (Centro); compra de medicamentos da
lista básica do SUS (Sistema Único de Saúde); e realização dos serviços de
capina, varrição, roçada e pintura de meio-fio nas ruas, avenidas e praças.

         Já a secretária
municipal de Finanças, Aparecida Regina dos Santos, explica que os carnês do
IPTU vão ser entregues pelos próprios servidores do Departamento de Tributos e
poderão ser pagos nas agências dos bancos do Brasil, Caixa Econômica Federal e
Bradesco, além das casas lotéricas. A previsão da prefeitura é arrecadar R$
776.889,23 por meio da cobrança do IPTU, sendo que 61 por cento deste total
deverão ser pagos em cota única (R$ 473.902,43). As previsões foram realizadas
levando-se em conta as arrecadações registradas em exercícios anteriores.

        – O prazo destinado ao pagamento da cota única com desconto
de 12 por cento não será prorrogado – disse a secretária de Finanças,
acrescentando que, se não receber o carnê em seu imóvel até dez dias antes do
vencimento da cota única (30 de junho), os contribuintes deverão procurar o
Departamento de Tributos, que funciona no primeiro andar do Centro Administrativo
da Prefeitura de Quatis, de segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas, sem
intervalo para almoço.

        O IPTU poderá ser pago também de forma parcelada, em até seis
vezes, desde que o valor de cada parcela não fique abaixo de meia UFIQ (Unidade
Fiscal de Quatis). Atualmente, o valor de uma UFIQ está fixado em R$ 28,84.
Isso significa, portanto, que a nenhuma mensalidade poderá ser menor do que R$
14,42. Os carnês não pagos até o dia 29 de dezembro de 2017 vão ser
automaticamente o débito inserido na dívida ativa do Município.
A Prefeitura de Quatis,
através da Secretaria Municipal de Finanças, está iniciando nesta semana a
distribuição dos 5.204 carnês para o pagamento do IPTU (Imposto Predial e
Territorial Urbano), cuja cota única poderá ser paga até o dia 30 de junho com
12 por cento de desconto. Dos 5.392 imóveis cadastrados pela prefeitura, a
maioria é formada por unidades construídas: 3.871 imóveis, o que corresponde a
69,72 por cento do total. Já 1.521 imóveis são de áreas não construídas (30,28
por cento).

        O prefeito Bruno de Souza (PMDB) destaca a importância do
IPTU para a arrecadação dos recursos financeiros aplicados na realização das
obras e serviços a favor da própria população. Ele frisou a necessidade do
pagamento em dia do imposto, “visto que Quatis tem uma das menores receitas
entre os municípios do estado do Rio de Janeiro e conta com os recursos
provenientes do recolhimento do IPTU no sentido de continuar tornando realidade
os investimentos necessários ao bem-estar dos moradores da cidade”.

        – É sempre importante reafirmar que o dinheiro do IPTU volta
ao cidadão em seu próprio benefício. Devemos lembrar também que a prefeitura
presta contas ao povo de Quatis sobre a aplicação do dinheiro que entra nos
cofres públicos por meio da cobrança deste imposto. Apesar da crise financeira
que afeta grande parte dos municípios brasileiros, a nossa administração vem
conseguindo garantir os serviços essenciais e ainda realizar novos
investimentos – disse Bruno.

        Entre os investimentos já realizados ou em andamento nos
primeiros quatro meses deste ano, o prefeito destacou as seguintes ações:
construção da nova escola de Santana; obra da Praça dos Direitos Humanos, que
terá quadra esportiva, academia de ginástica, pista de caminhada, mesas e
bancos; realização de melhorias na unidade do Programa Saúde da Família do
bairro Mirandópolis; recuperação, conservação e manutenção das estradas rurais;
reforma da Escola Municipal Julieta Sampaio (Centro); compra de medicamentos da
lista básica do SUS (Sistema Único de Saúde); e realização dos serviços de
capina, varrição, roçada e pintura de meio-fio nas ruas, avenidas e praças.

         Já a secretária
municipal de Finanças, Aparecida Regina dos Santos, explica que os carnês do
IPTU vão ser entregues pelos próprios servidores do Departamento de Tributos e
poderão ser pagos nas agências dos bancos do Brasil, Caixa Econômica Federal e
Bradesco, além das casas lotéricas. A previsão da prefeitura é arrecadar R$
776.889,23 por meio da cobrança do IPTU, sendo que 61 por cento deste total
deverão ser pagos em cota única (R$ 473.902,43). As previsões foram realizadas
levando-se em conta as arrecadações registradas em exercícios anteriores.

        – O prazo destinado ao pagamento da cota única com desconto
de 12 por cento não será prorrogado – disse a secretária de Finanças,
acrescentando que, se não receber o carnê em seu imóvel até dez dias antes do
vencimento da cota única (30 de junho), os contribuintes deverão procurar o
Departamento de Tributos, que funciona no primeiro andar do Centro Administrativo
da Prefeitura de Quatis, de segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas, sem
intervalo para almoço.

        O IPTU poderá ser pago também de forma parcelada, em até seis
vezes, desde que o valor de cada parcela não fique abaixo de meia UFIQ (Unidade
Fiscal de Quatis). Atualmente, o valor de uma UFIQ está fixado em R$ 28,84.
Isso significa, portanto, que a nenhuma mensalidade poderá ser menor do que R$
14,42. Os carnês não pagos até o dia 29 de dezembro de 2017 vão ser
automaticamente o débito inserido na dívida ativa do Município.

Leave A Comment

Skip to content