Investimentos da Prefeitura de Quatis em saneamento se aproximam de R$ 22 milhões

Em menos de sete anos, os investimentos da Prefeitura de Quatis na área de saneamento básico já passam de R$ 20 milhões, tanto nas obras e serviços realizados para ampliar o abastecimento de água potável, quanto no setor de coleta e tratamento de esgoto. As informações foram destacadas nesta segunda-feira, dia 02, pelo prefeito Bruno de Souza (MDB), ao reafirmar que o Município vai ganhar mais um reservatório, desta vez com capacidade para armazenar um milhão de litros de água potável, e cuja construção se inicia no começo do próximo ano.
O balanço dos investimentos na área do saneamento básico destacado pelo prefeito corresponde ao período de janeiro de 2013, quando ele assumiu seu primeiro mandato à frente da administração municipal, até outubro deste ano. O novo reservatório de água será construído com recursos próprios da Prefeitura de Quatis, da ordem de R$ 1, 5 milhão. Com isso, os investimentos realizados em saneamento básico até o próximo ano passarão de R$ 22 milhões.
– Os fatos mostram que estamos fazendo mais investimentos em saneamento básico do que já tinha sido realizado nas duas primeiras décadas de existência do Município de Quatis – declarou o prefeito, lembrando que o processo voltado à construção do novo reservatório já se encontra na fase de licitação.
As obras e serviços feitos pela atual administração da cidade com o objetivo de ampliar o abastecimento de água potável possibilitaram, entre outros resultados positivos, aumentar o percentual de imóveis atendidos com água tratada de 40 para 80 por cento. O novo reservatório, que será construído a partir de janeiro, no Loteamento Bela Vista, vai aumentar ainda mais esse percentual, alcançando cem por cento das residências e estabelecimentos da cidade. Outro resultado positivo dos investimentos foi o número de reservatórios de água potável, que passou de um para quatro em menos de sete anos.
No sistema de captação, tratamento e abastecimento de água potável, a prefeitura também trocou dez quilômetros da tubulação da rede, adquiriu cinco bombas necessárias para o funcionamento dos pontos de captação, alugou um caminhão pipa e acaba de reformar a antiga estação de tratamento (foto). Sendo assim, o Município passou a contar com duas estações de tratamento de água, a principal delas construída pela atual administração.
Dos investimentos já realizados na área do saneamento básico, a partir de 2013, cerca de R$ 9 milhões foram provenientes de um convênio com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, outros cerca de R$ 7 milhões liberados através de uma parceria entre a prefeitura e a FUNASA (Fundação Nacional de Saúde) e aproximadamente R$ 4 milhões correspondentes aos recursos próprios da administração municipal.
No que diz respeito ao sistema de esgoto, a Prefeitura de Quatis priorizou as seguintes realizações: recuperação da estação situada no bairro Barrinha, das caixas coletoras, das estações elevatórias, de oito quilômetros da tubulação e das colunas de sustentação da rede, além da limpeza do reservatório de São Joaquim, distrito da zona rural. Com isso, o índice de tratamento de esgoto, que no final de 2012, era zero, hoje é de 60 por cento, segundo levantamentos oficiais, divulgados pela FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).

Comentários do Facebook

Comments are closed.

Skip to content