Guias do IPTU já podem ser retirados pelo site da prefeitura

As guias para o pagamento do
IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) relacionado ao exercício financeiro
deste ano em Quatis já podem ser retiradas pela internet, por meio da página da
Prefeitura de Quatis, cujo endereço eletrônico é
www.quatis.rj.gov.br. A
informação é da secretária municipal de Finanças, Aparecida Regina dos Santos, que
voltou a destacar nesta semana a importância do imposto para a geração de
recursos aplicados na realização de obras e serviços a favor da população.

 O prazo para o pagamento da cota única do IPTU
com 12 por cento de desconto termina no dia 30 de junho. A retirada dos boletos
correspondentes ao IPTU pela internet está entre as ações que têm o objetivo de
facilitar o acesso do cidadão aos serviços públicos. Atualmente, o serviço
possibilita apenas o acesso aos boletos do exercício de 2017, o que significa
que os carnês referentes aos anos anteriores deverão ser obtidos pessoalmente,
no Departamento de Tributos.

Em
breve, os carnês dos exercícios dos outros anos também poderão ser emitidos pela
internet, juntamente com as guias destinadas ao pagamento das contas de água e
a emissão de certidões municipais. Os procedimentos voltados à ampliação da
emissão destes documentos pelo sistema on line já estão sendo adotados pela
prefeitura.

Se o
carnê não chegar ao imóvel até dez dias antes do vencimento da conta única, ou
se neste período as guias não forem retiradas via internet, o proprietário do
imóvel deve procurar pelo documento no Centro Administrativo da Prefeitura de
Quatis (foto), que funciona na Rua Ana Ferreira de Oliveira 47, no bairro
Bondarowsky, de 8 às 17 horas (segunda a sexta-feira). O Departamento de
Tributos funciona no primeiro andar do Centro Administrativo.

O
pagamento do IPTU do imposto poderá ser feito em qualquer uma das instituições
bancárias instaladas no Município (Caixa Econômica Federal, Banco Itaú e
Bradesco), ou em casas lotéricas. A expectativa da prefeitura é arrecadar R$
776.889,23 com a cobrança do IPTU, dos quais R$ 473.902,43 deverão entrar nos
cofres municipais por meio da cota única (61 por cento da previsão total). O
imposto poderá ser pago também de forma parcelada, em seis vezes seguidas, desde
que o valor mínimo da mensalidade não fique inferior a R$ 14,42.

O
IPTU está entre as fontes principais de arrecadação própria da Prefeitura de
Quatis. A receita própria é formada também pelos recursos gerados através das
seguintes fontes: ISS (Imposto Sobre Serviços), ITBI (Imposto Sobre Transmissão
de Bens Imóveis), taxas de licença para o funcionamento de estabelecimentos
comerciais, taxas de aprovação de construção civil, taxa de coleta de lixo e
taxa pelo sistema de abastecimento de água potável, entre outras.

Outras fontes da receita do Município são os
repasses do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e do FPM
(Fundo de Participação dos Municípios), feitos mensalmente pelo Governo do
Estado do Rio de Janeiro e o Governo Federal, respectivamente; as transferências
federais que têm aplicações específicas nas áreas de Educação, Saúde e
Assistência Social; e os royalties do petróleo, cujos recursos se destinam
apenas a investimentos, sendo vedada a sua utilização para pagamento de
salários, encargos trabalhistas e dívidas. 

Leave A Comment

Skip to content