Guarda Municipal orienta trecho movimentado do trânsito em Quatis

Principal ponto de ligação
entre os bairros situados na área central de Quatis com as comunidades
localizadas acima da linha férrea, a esquina da Rua coronel José Leite com a
Rua Delfim Froes, ambas no Centro, conta agora com a vigilância ampliada por
parte da Guarda Municipal, de segunda a sexta-feira, no horário de 17 às 19
horas (foto).

Neste
período, segundo levantamentos da própria corporação, pelo menos 500 veículos
costumam circular pelo local. O comandante da Guarda Municipal, João Eurico,
explica que a vigilância no cruzamento da Rua coronel José Leite com a Rua
Delfim Froes está sendo realizada diariamente por dois agentes, sob a
supervisão de um inspetor da corporação. Em razão do grande número de veículos trafegando
pelo local neste trecho, os guardas vêm controlando o sistema viário através do
sistema “pare e siga”, já que ainda não existe um semáforo na esquina das duas
vias.

A ampliação
da vigilância foi decidida a partir dos constantes engarrafamentos que vinham
sendo registrados neste trecho, “e diante do aumento dos riscos de acidentes”.
Além dos carros de passeio, principalmente dos moradores que retornam para casa
depois do trabalho, o movimento na esquina aumenta ainda mais com a circulação dos
ônibus fretados pelas indústrias da região para o transporte dos seus
funcionários; dos ônibus que transportam diariamente os universitários de
Quatis com destino às faculdades de Resende, Barra Mansa e Volta Redonda; e dos
ônibus que fazem parte do sistema intermunicipal de transporte coletivo.


Durante a realização deste trabalho, também estamos orientando os motoristas e
pedestres sobre as normas de transito do Código de Trânsito Brasileiro. Isso
porque em breve, a Guarda Municipal estará ampliando a sua presença no controle
do trânsito de Quatis, uma vez que, pela legislação federal, as guardas dos
municípios têm a atribuição de realizar as ações educativas no sistema viário
das cidades, mas ao mesmo tempo, devem zelar pelo cumprimento das leis voltadas
a garantir a segurança de todos no trânsito, incluindo a aplicação de medidas
administrativas – disse o comandante.

O
cruzamento da Rua coronel José Leite com a Rua Delfim Froes, nas proximidades
do antigo Bar do Ângelo, dá acesso à linha férrea, sobre a qual os veículos
provenientes do Centro se dirigem aos bairros da parte alta do Município.

A
linha férrea é também a linha divisória das duas regiões populacionais da
cidade. Abaixo dela ficam as comunidades situadas na entrada e na região
central de Quatis, entre as quais, Barrinha, Jardim Pollastri, Mirandópolis,
Bairro Pilotos, Bondarowsky, Biquinha e Centro. Já do outro lado da linha, na
parte alta, ficam os bairros São Benedito, Santo Antônio, Jardim Independência,
Nossa Senhora do Rosário, Água Espalhada, Santa Bárbara, Loteamento Céu Azul e
Loteamento São José, entre outros.   

EM OUTROS LOCAIS – Nesta
semana, os guardas municipais ampliaram ainda o controle do trânsito em duas ações
pontuais do Município. A primeira delas foi na Rodovia RJ-159, entre o distrito
de Floriano e a Barrinha (Quatis), e teve o objetivo de garantir a fluidez dos
veículos devido à realização da operação tapa-buracos na estrada pela Secretaria
Municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos. A RJ-159 é considerada o
acesso principal para Quatis, no caso dos motoristas provenientes da Via Dutra.


na tarde desta quinta-feira, dia 01 de junho, os guardas municipais
acompanharam a circulação do caminhão que trouxe ao Município a máquina cedida
pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro para realizar os serviços de
desassoreamento do Ribeirão dos Quatis. A orientação foi feita desde o pórtico
da Barrinha até o bairro Lavapés, onde o equipamento ficará estacionado até o
início dos trabalhos, na próxima semana. Na véspera, os agentes tinham atuado
no passeio ciclístico promovido pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer,
em comemoração ao Dia do Desafio (31 de maio).

Comentários do Facebook

Leave A Comment

Skip to content