Grupamento ambiental orienta moradores sobre coleta de lixo

Em mais uma ação educativa
de prevenção contra o acúmulo de lixo nas vias públicas, problema que tem
influência direta na ocorrência de transtornos provocados pelas chuvas e na
proliferação de insetos causados de doenças, o grupamento ambiental da
Prefeitura de Quatis realiza uma campanha de orientação aos moradores da cidade.
Esta campanha tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância
de colocar as embalagens de lixo nos dias corretos de recolhimento nos
detritos, tanto os resíduos úmidos – foto (lixo comum), quanto os materiais
recicláveis (coleta seletiva).

        Desde quando o grupamento ambiental começou a percorrer as
comunidades da área urbana, distribuindo o calendário da coleta do lixo aos
moradores e representantes de estabelecimentos comerciais, já foram percorridos
pontos dos bairros Bondarovsky, Jardim Independência, Nossa Senhora do Rosário,
Loteamento Santa Bárbara, Pilotos, Biquinha, Centro e Centro.

A
Secretaria Municipal de Meio Ambiente, pasta responsável pelo serviço de
recolhimento do lixo úmido e reciclável em Quatis, elaborou um planejamento de
realização desta ação educativa visando fazer com que, até o final do ano,
todas as comunidades tenham sido atendidas. Titular da pasta, a bióloga Edna
Azevedo, esclarece que a prefeitura recebe com frequência reclamações de
embalagens de resíduos colocadas fora dos dias corretos de circulação dos
caminhões encarregados da coleta.


O grupamento ambiental vem distribuindo cópias do cronograma com os dias em que
o recolhimento dos detritos é feito, além de conversar com os moradores para
orientá-los sobre a respeito das consequências acarretadas pelo lixo colocado
fora da data certa do recolhimento. Uma das orientações é a colocação da
embalagem numa parte mais alta do muro, da residência ou do estabelecimento,
evitando dessa maneira que os sacos de lixo sejam abertos, e os resíduos acabem
ficando espalhados pelas ruas – disse a secretária Edna Azevedo.

De
acordo com a secretária Edna Azevedo, “a proposta da Secretaria de Meio
Ambiente é promover essa ação educativa de forma continuada”. Ela lembra que,
devido principalmente à proximidade do período das chuvas mais fortes e intensas,
as quais costumam ocorrer entre o fim de setembro/começo de outubro e o final
do primeiro trimestre do ano subsequente, “o seguimento ao calendário de
recolhimento do lixo se torna ainda mais necessário” para evitar o acúmulo de
detritos nas vias públicas e o lançamento destes resíduos na rede coletora de
água pluvial, “além de diminuir os riscos de proliferação de vetores
transmissores de doenças, entre eles, o mosquito causador da dengue”.   

        O calendário do recolhimento do lixo úmido (lixo comum) em
Quatis é o seguinte: domingo (Centro
– área comercial); terça-feira,
quinta-feira e sábado
(Centro, Jardim Pollastri, Bondarowsky, Mirandópolis,
Pilotos e Barrinha); segunda-feira,
quarta-feira e sexta-feira
(Santa Bárbara, Jardim Independência, Santo
Antônio, Nossa Senhora do Rosário, Alto Paraíso, Boa Vista, São Benedito e Água
Espalhada). No distrito de São Joaquim e na comunidade quilombola de Santana, o
recolhimento acontece também na quarta-feira. Na segunda-feira, a coleta ocorre
ainda no distrito de Falcão e na comunidade rural de Joaquim Leite.

        A coleta seletiva (recolhimento de materiais recicláveis) é
realizada de acordo com a seguinte tabela: bairros Bondarowsky, Jardim
Pollastri e Mirandopólis (às
segundas-feiras)
; Santa Bárbara, Jardim Independência e Santo Antônio (terça-feira); Barrinha, Pilotos e
Centro (quarta-feira); Falcão,
Joaquim Leite, Nossa Senhora do Rosário, Alto Paraíso, Boa Vista, São Benedito e
Água Espalhada (quinta-feira), além
de São Joaquim e Santana (ambas na
sexta-feira).

        

Leave A Comment

Skip to content