Festa com apresentação de alunos comemora 31 anos de escola em Quatis

A
inauguração aconteceu no dia 25 de abril de 1988, quando Quatis ainda era
distrito. Foi um evento bastante concorrido. Participaram o prefeito licenciado,
Luís Amaral; o vereador e prefeito em exercício, Alderando Casalli Marques; o
representante de Quatis na Câmara Municipal, vereador Aroldo Cabral; e os
secretários municipais Moacir Chiesse (Educação) e Ismael de Souza (Saúde),
todos de Barra Mansa, cidade da qual Quatis se emanciparia no começo da década
seguinte, além de Marlene de Melo Faria, primeira diretora da escola.

Os
31 anos de existência da Escola Municipal Edmea Dulce de Barros Franco (foto),
que se localiza no Jardim Independência, um dos bairros situados na parte alta
de Quatis, acima da linha férrea, serão comemorados com uma festa promovida
pela direção da unidade de ensino, neste sábado, 18, a partir das 18 horas. O
evento vai ser aberto à comunidade. Além de barracas com salsichão,
cachorro-quente, tortas e pescarias, a programação prevê ainda a realização de
apresentações culturais protagonizadas pelos próprios estudantes da escola.


A nossa administração expressa os seus cumprimentos aos diretores, professores,
funcionários, estudantes e pais dos alunos matriculados na Escola Municipal
Edmea Dulce de Barros Franco pela passagem de mais um aniversário de fundação.
São mais de três décadas atuando na formação dos alunos residentes em nossa
cidade, através da rede de ensino público da cidade. E os serviços relevantes
prestados pela escola à educação pública devem mesmo ser comemorados pela
importância desta unidade na construção de um futuro melhor para o cidadão
quatiense – declarou o prefeito Bruno de Souza (MDB).

Com
131 alunos, da fase do maternal III à pré-escola I e II, a Escola Municipal
Edméa Dulce de Barros Franco tem 31 funcionários, sendo uma diretora, 12 professores,
uma orientadora educacional, uma orientadora pedagógica, uma coordenadora de
turno, uma assistente administrativo, uma inspetora de alunos, duas auxiliares
de Educação, três cozinheiras, quatro serventes e quatro estagiários. A unidade
– que funciona em dois turnos, sendo um pela manhã e o outro no período da
tarde – possui atualmente como diretora a professora Sandra Maria Gonçalves
Silva.

O
nome da unidade municipal de ensino do bairro Jardim Independência é uma
homenagem à professora que educou várias gerações em Quatis, localidade onde
ela nasceu no dia 08 de maio de 1889. Filha de Hyeróclio Eloy Pessoa de Barros
e Frezolina Pimenta de Oliveira, Edméia Dulce de Barros Franco veio de uma
família de educadores. Tendo ficado órfã de pai com apenas 11 anos de idade,
ajudou na criação e formação dos seus irmãos.

Com 18 anos, começou a
alfabetizar em sua própria residência. Posteriormente, criou uma escola na
chácara da qual era proprietária, na zona rural, onde atendia alunos não só de
Quatis, mas também dos distritos de Falcão, São Joaquim (atualmente
pertencentes a Quatis), Amparo (Barra Mansa), Porto Real (Resende) e da cidade
mineira de Passa Vinte. A professora Edméa faleceu em março de 1985, com 96
anos de idade, quase três anos antes da inauguração da escola que hoje leva seu
nome. 

Leave A Comment

Skip to content