Estrada Falcão-São Joaquim será interditada para obras de recuperação

A Estrada Falcão-São
Joaquim (foto), na zona rural de Quatis, vai ser interditada ao tráfego de
veículos a partir da próxima terça-feira, 20, para a realização de obras de
melhorias no trecho conhecido como “subida do Chicão”. A informação foi
confirmada pelo prefeito Bruno de Souza (MDB), que acompanhou nesta semana, com
o secretário municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos, Cézar Salazar,
o início do trabalho de preparação do solo destinada à execução das melhorias.

A
previsão é de que a reabertura da estrada aconteça antes do próximo dia 30.
Durante o andamento das obras de recuperação, a alternativa de ligação entre os
dois distritos será a estrada do Birro, ou estrada do Camata, como esta via
também é conhecida. Os motoristas serão orientados sobre a interdição no
período das obras por duas faixas informativas afixadas nos dois sentidos da
Estrada Falcão-São Joaquim.

 As melhorias no trecho em questão vão ser
feitas através de uma parceria da prefeitura com produtores rurais da região.
Os produtores cederam cerca de cem sacos de cimento e a malha de ferro
destinada a reforçar o piso de concreto. Já a prefeitura vai entrar com uma
máquina retroescavadeira, uma máquina patrol e os caminhões, além de operários
e de dez caminhões de escória destinados ao reforço da base. Os produtores
também vão ajudar na mão de obra. Pelo menos 20 trabalhadores deverão ser
mobilizados nesta frente de serviços.

        Com extensão aproximada de nove quilômetros, a estrada
Falcão-São Joaquim é considerada uma via preferida pelos moradores e produtores
rurais do distrito de São Joaquim no deslocamento a Falcão e a área urbana de
Quatis. Isso porque, apesar de ser uma estrada de chão entre os dois distritos,
o trajeto depois de Falcão em direção à região central de Quatis é asfaltado,
ao contrário da estrada Quatis-São Joaquim, do outro lado da cidade, que começa
logo após o bairro Água Espalhada, na área urbana, passa pelo viaduto da
ferrovia do aço, mas não é pavimentado.

        Bruno de Souza explicou que a recuperação do trecho da “subida
do Chicão” vai acontecer em uma área de 400 metros quadrados (cem metros de
extensão por quatro metros de largura). A espessura do piso será de dez
centímetros. Segundo o prefeito, por ser um trecho muito íngreme, o trecho
constantemente apresenta problemas para a circulação dos veículos automotores,
especialmente os caminhões responsáveis pelo transporte da produção leiteira. A
região tem pelo menos 20 produtores.

 O trabalho de mãos dadas entre a administração
municipal e os produtores rurais foi firmado numa reunião realizada
recentemente do próprio prefeito com representantes do segmento rural da
localidade.

        – A Estrada Quatis-Falcão se encontrava interditada devido às
suas precárias condições, quando assumi o cargo de prefeito de Quatis pela
primeira vez, em 2013. Naquela época realizamos alguns serviços de melhorias,
entre os quais a construção de três galerias de águas pluviais, que
possibilitaram a reabertura da via ao tráfego de veículos. Agora faremos uma
obra de proporções mais amplas, visando garantir a durabilidade do pavimento –
concluiu o prefeito.

Comentários do Facebook

Leave A Comment

Skip to content