Centro de Assistência Social promove roda de conversa sobre autismo

O CRAS
– foto (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro Jardim Independência
realiza nesta terça-feira, dia 30, às 14 horas, uma roda de conversa sobre o
autismo, cuja data mundial transcorreu no começo deste mês. O encontro terá a
participação de representantes da Associação Autismo Superação de Barra Mansa.
A coordenadora do CRAS do Jardim Independência, Melissa Botelho de Oliveira,
explica que o objetivo do encontro “é ampliar cada vez mais o conhecimento da
comunidade sobre o Transtorno do Espectro Autista”.

       Poderão participar da roda de conversa as
famílias acompanhadas pelos programas sociais do CRAS e os moradores de Quatis,
“independente de residirem nos bairros de abrangência desta unidade”. A
Associação Autismo SuperAção de Barra Mansa promove um trabalho de orientação à
população a respeito dos sintomas principais do problema e busca encaminhar os
casos para atendimentos nas unidades especializadas do poder público na região.

       – Entendemos que quanto maior for o
volume de ações educativas relacionadas ao assunto, maior vai ser o volume de
informações transmitidas à população, daí a nossa proposta de promover a roda
de conversa desta terça-feira. Por isso, fazemos o convite à população no
sentido de que participe do encontro conosco – declarou Melissa.

       O Transtorno do Espectro Autista
geralmente se manifesta na faixa etária de um ano e meio aos três anos de
idade. O problema não interfere no desenvolvimento físico. Entre os principais
fatores de risco estão os seguintes: ser do sexo masculino; ter predisposição
genética; viver em ambientes com poluição; e a mãe ter contraído rubéola durante
a gravidez. Segundo os especialistas, os sinais mais comuns são choro
ininterrupto; apatia; inquietação exacerbada; pouca vontade para falar; surdez
aparente; e transtorno de linguagem. De acordo ainda com o levantamento de
especialistas, nas crianças do sexo masculino, o problema é de duas a quatro
vezes mais frequente do que nas crianças do sexo feminino.

       – A Associação Autismo SuperAção de Barra
Mansa promove diversas atividades de suporte e orientação, através de visitas
às escolas, onde acontecem campanhas informativas para pais, alunos e a
comunidade escolar; palestras; oficinas; e seminários, entre outras ações.
Portanto, temos convicção de que a participação da entidade na roda de conversa
vai ser de grande importância – declarou Melissa.

Leave A Comment

Skip to content